Higiene bucal auxilia na prevenção da placa bacteriana e saúde dos pets


Quem tem cachorro sabe que ele dificilmente vai mastigar a alimentação eficazmente. Como resultado, resíduos dela ficam na arcada dentária. A consequência é que os microrganismos que já estão presentes ali se juntam a tais resquícios de comida e ocasionam a placa bacteriana. A partir daí, quando esse transtorno bucal aumenta, ele pode acarretar variados problemas, como a complicação e dores na hora de mastigar, mau hálito, caimento de dentes e ainda, infecções secundárias em órgãos como rins e coração.


Se o tártaro não for retirado a tempo, ele sofrerá um processo de mineração. O cálcio existente na saliva do cão se acoplará a ele, propiciando seu endurecimento que somente o veterinário conseguirá retirá-lo através de anestesia.


A aprazível notícia é que a placa bacteriana pode ser eliminada de forma simples, seja por brinquedos, ossinhos apropriados e escovação. Ambos são fatores que vão auxiliar na exclusão do tártaro. Mas a dica fundamental é que se faça, diariamente, a escovação dos dentes usando pasta dentária apropriada para animal de estimação. Na dúvida, busque sempre orientação veterinária.

Texto EuQueroUmFilhote - Proibido cópia sem mencionar fonte: www.euqueroumfilhote.com

Posts Em Destaque