9 dicas incríveis para manter seu cão saudável e feliz

Se você está lendo o post, está convencido de que o cão é um animal de estimação que apresenta uma série de vulnerabilidades. Mas quando se toma o cuidado adequado, podemos esperar uma vida muito rica e saudável para o peludo.


A aquisição do filhote é um momento emocionante para qualquer dono, mas antes de ser tomada a decisão, você deve estar pronto para cuidar dele por toda a vida e entender que a partir do primeiro momento contigo, ele já vai gerar custos com nutrição, vermifugação, vacinação, higienização, veterinário e outros. Ou seja: não basta apenas dar afeto para ele. É preciso ter consciência que ele vai gerar gastos sempre para ti.


É por isso que neste artigo estamos enfatizando a importância dos cuidados regulares com seu cachorro. Confira nossas 9 dicas incríveis para manter seu cão saudável e feliz:




1 – VERMIFUGAÇÃO

Os filhotes precisam ser vermifugados até o sexto mês de vida. Isso parece contra intuitivo, mas se você olhar um pouco mais além, faz muito mais sentido do que muitas pessoas pensam; nos cães adultos é importante desparasitá-los entre uma a duas vezes por ano.




2 – VACINAÇÃO

Filhotes com menos de 4 meses são mais suscetíveis a infecções virais porque o sistema imunológico é vulnerável. Portanto, devemos vaciná-los para aumentar a imunidade, evitando doenças como Cinomose e Parvovírus.


É importante vacinar o filhote com três a quatro doses da vacina polivalente; posteriormente, vacine-o com a vacina antirrábica de acordo com o esquema veterinário; em cães adultos, a revacinação com polivalente é anual; para raiva, o intervalo de reaplicação é de um a dois anos a partir da última dose.

Obs: existem vacinas opcionais, como as vacinas da Giárdia e da Tosse dos canis; a vacina da Leishmaniose, em algumas regiões é considerada essencial, devido ao índice de animais infectados com a doença que é uma zoonose, ou seja: ela pode ser transmitida de animais para humanos.




3 – PRODUTOS DE LIMPEZA PARA DONOS DE CÃES

Quando você tem animais de estimação na residência, você está preocupado não apenas com a saúde e o bem-estar deles, mas também com seu próprio ambiente.


As alergias são comuns em cachorros. E muitas vezes a causa é derivada da inalação dos produtos usados ​​para limpeza. Ou seja: quando você tem um cão ou outros animais em casa, é importante prestar atenção especial, não só para que eles permaneçam saudáveis ​​e não adoeçam, mas também porque alguns limpadores podem causar problemas de saúde para eles.


Aqui está uma lista com alguns produtos que podem ser usados ​​para limpar e remover o cheiro nos ambientes com cães:


. sabão e detergente neutro

. desinfetantes à base de cloro ou de ácidos

. álcool

. desinfetantes com quaternário de amônia atuam bem como bactericidas, protozoaricidas e fungicidas, por exemplo. Onde encontrar? Em pet shops.


Lembre-se: tenha muito cuidado ao passar produtos no ambiente com pets; não deixe seu peludo entrar em contato com eles e com o cheiro (principalmente de produtos fortes), evitando possível intoxicação por ingestão ou inalação, que deve-se procurar atendimento veterinário, bem como em caso de alergias.




4 – ÁGUA POTÁVEL

A água é essencial para a saúde e o bem-estar dos cães. Eles precisam beber pelo menos 50ml a 60ml por quilo de peso corporal por dia, especialmente quando está calor. Um cão de 10 kg precisa de 600 ml de água por dia, enquanto um cão de 20 kg precisa de 1200 ml, por exemplo.


Ofereça sempre água potável para o peludo, evitando possíveis contaminações, como de protozoários que normalmente vivem em água doce.




5 – BANHO E CUIDADOS COM PELAGEM

Escolha shampoos para crianças ou adequados para cães; nunca use sabão de coco. Embora seja neutro e pareça não ser agressivo, seu pH alcalino pode prejudicar a pele com reações alérgicas e queda de pelos. Obs: se o banho for feito na residência a melhor opção é usar o chuveirinho.


Cuidados com as orelhas: na hora do banho, tenha cuidado com as orelhas do seu cão. Evite que a água entre no interior; por precaução, os canais auditivos podem ser protegidos com chumaço de algodão. Nota: a umidade dentro das orelhas pode causar otite.


Secagem após o banho: primeiro seque bem seu cão com uma toalha, começando pelas áreas maiores do corpo; em seguida, retire o secador do armário, ajustando-o na temperatura de baixo-calor para secá-lo. Obs: ao passar o secador, lembre-se de ter cuidado com os olhos e sempre em movimento constante para não agredir a pele.


Intervalo de cada banho: segundo literaturas, o intervalo entre os banhos é de 30 dias, visando evitar problemas com a pele do cão, que é muito sensível. Mas, popularmente, é costume as pessoas lavarem seus animais de estimação em períodos mais curtos.


Banho em pet shops: não levar o cão que está com a vacinação atrasada para banhos em pet shops; por outro lado, os filhotes só podem frequentar estes espaços após 21 dias do ciclo inicial de vacinação.


Tosa: manter o pelo suave, macio e sedoso é importante e seu peludo vai gostar. No entanto, alguns cães precisam de mais cuidados com a pelagem do que outros.


Pelos longos exigem escovações frequentes para evitar emaranhados, ou seja: o segredo para uma pelagem longa e saudável é escová-la regularmente.




6 – EXERCÍCIOS

É importante levar o cão para passear, evitando o sedentarismo. Alguns cães têm mais disposição do que outros. Portanto, é aconselhável exercitá-lo sempre, principalmente cães com alto nível de energia ou com tamanhos médios e maiores.


Obs: se você não tiver tempo para passear com ele, contrate os serviços de um Dog Walkers (passeador de cães) ou deixe-o em uma creche durante seu tempo fora.




7 – ALIMENTAÇÃO

Manter seu cão forte e saudável começa com uma dieta adequada. Ofereça a ele uma alimentação balanceada de acordo com a idade e necessidades relacionadas à saúde. Ao escolher os alimentos naturais, não ofereça alimentos que tenham especiarias; se a opção for pela ração, recomenda-se a linha super premium. Portanto, a chave para uma dieta bem-sucedida é o porcionamento correto e a combinação de nutrientes.




8 – ESCOVAÇÃO DOS DENTES

É importante que escove os dentes do seu cachorro, evitando o acúmulo de resíduos de comida e posteriormente o tártaro. Mas, seguindo um plano de cuidados odontológicos, não será difícil garantir que seu animal de estimação tenha os dentes limpos.


A escovagem dos dentes é fundamental para a saúde, pois a saliva dos cães é muito ácida e facilita o aparecimento do tártaro, pelo que é fundamental fazê-la com frequência. Obs: algumas raças têm muito mais acidez na saliva do que outras.


E quando começar a escovar? Desde filhote é fundamental criar o hábito da assepsia oral com a escova de dentes. Onde encontrar: em pet shops. Você também pode usar uma escova infantil como a dedeira.


Qual pasta de dente? Quando posso usar? O creme dental deve ser exclusivo para animais de estimação. Use-o a partir do momento em que os primeiros dentes permanentes começarem a se desenvolver - entre o quarto e o quinto mês de vida.


Com que frequência devo escovar os dentes do cachorro? Segundo obras literárias, a escovação deve ser feita diariamente.




9 – VISITAS REGULARES NO VETERINÁRIO

Um cão bem tratado é um cão saudável. A perspectiva de levar um animal ao veterinário tende a ser assustadora para muitos proprietários. No entanto, certifique-se de que visitas regulares a este especialista podem ajudar a manter seu peludo mais saudável e em forma. Portanto, visite o veterinário regularmente para check-up em seu animal de estimação.

Posts Em Destaque
Posts Recentes