top of page

NOTÍCIAS

  • EuQueroUmFilhote

Câncer e animais de estimação


Estudos alarmantes da National Canine Cancer Foundation revelam que o câncer em cães tem um índice de mortalidade elevado, com cerca de 50% dos animais que contraem a doença não sobrevivendo. Segundo Gary D. Nice, presidente da fundação, se os seres humanos morressem em números semelhantes, seria notícia diária na televisão e outros meios de comunicação.


No entanto, as estatísticas podem ser alteradas se o tratamento correto for administrado de maneira adequada e em estágios iniciais da doença. O sacrifício do animal de estimação para evitar o sofrimento é sempre um tema difícil, mas quando a dor se torna insuportável, o tutor precisa tomar uma decisão difícil.


Existem muitas variedades de câncer que podem ser controladas por longos períodos sem causar sofrimento ao cão. No entanto, o hemangiossarcoma é um tipo de câncer que pode se espalhar silenciosamente sem causar dor, tornando-se fatal antes que os sintomas sejam percebidos.


É importante lembrar que nem todos os tratamentos humanos contra o câncer são adequados para animais de estimação, já que muitos são tóxicos para eles. Embora algumas organizações afirmem que qualquer tratamento eficaz para humanos também pode ser aplicado em animais, isso não é verdade. Em 2004, o National Institute of Health investiu milhões de dólares para mapear o genoma dos cães, já que muitos pesquisadores acreditavam que a maioria dos tratamentos contra o câncer em humanos surgiram como consequência da pesquisa em animais de estimação.

Texto EuQueroUmFilhote - Proibido cópia sem mencionar fonte: www.euqueroumfilhote.com

Comments


Notícias recentes
Arquivo
bottom of page