top of page

NOTÍCIAS

  • Por Eduardo Freire - Médico Veterinário e jornalista

Caudectomia em cães: uma prática proibida e criminosa!




A caudectomia, que é a amputação parcial ou total da cauda, já foi um procedimento comum em várias raças de cachorros, incluindo Pinscher Miniatura, Yorkshire, Poodle, Doberman, Rottweiler, entre outras. No entanto, essa prática é considerada ilegal em muitos países, incluindo o Brasil, onde a Lei de Crimes Ambientais nº 9.605/98 prevê pena de detenção de três meses a um ano, além de multa, para aqueles que praticam tal procedimento por motivos estéticos.


Já, o Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV) é enfático ao proibir a realização da técnica de corte caudal por razões estéticas em sua resolução 1027/2013. É importante ressaltar que, caso o veterinário execute essa técnica apenas com o objetivo de melhorar a aparência do animal, ele pode ser severamente punido pelo CFMV, ou até mesmo perder o direito de exercer sua profissão. No entanto, em casos de condições de saúde que afetam a cauda do animal, como traumas, infecções ou outras doenças, a caudectomia pode ser uma opção necessária para melhorar a qualidade de vida do animal e evitar maiores complicações. Nessas situações, o procedimento deve ser realizado com base em uma avaliação médica cuidadosa e sempre com o objetivo de preservar a saúde e o bem-estar do animal.


É importante destacar que a amputação da cauda pode afetar a coluna vertebral e causar dores crônicas, bem como danos neurológicos, uma vez que a cauda é uma extensão natural da coluna vertebral e sua ausência compromete a estrutura óssea e muscular do animal de estimação. Além disso, alguns estudos indicam que a caudectomia pode aumentar a incidência de incontinência urinária e fecal em cães (HONDA; 2021), o que pode afetar significativamente a qualidade de vida do pet.


Entende-se, portanto, que a caudectomia realizada por motivos estéticos é uma intervenção cruel e desnecessária que deve ser considerada apenas em casos terapêuticos comprovados. Em todas as outras situações, esse procedimento é proibido e considerado um crime. Na EuQueroUmFilhote, repudiamos completamente essa prática e trabalhamos incansavelmente para promover o bem-estar dos animais, incentivando sempre uma convivência saudável e respeitosa com nossos amigos de quatro patas.

Comments


Notícias recentes
Arquivo
bottom of page