top of page

NOTÍCIAS

  • Por Eduardo Freire - Médico Veterinário e jornalista

Filhote e chuva: Saiba a importância de proteger seu pet das doenças decorrentes do tempo chuvoso!


Filhote de Golden Retriever na chuva
Saiba como proteger seu filhote das doenças do tempo chuvoso!

É fundamental que todos os pais e mães de pets estejam atentos aos cuidados essenciais para garantir a saúde e segurança de seus animais de estimação. Além dos riscos relacionados a alagamentos e tempestades, o contato direto do animal com a água da chuva pode deixá-lo vulnerável a várias doenças, algumas delas graves. Isso é ainda mais preocupante quando se trata de filhotes que ainda não receberam todas as vacinas e, portanto, não possuem imunidade adequada.


Separamos 4 problemas de saúde comuns que podem estar associados a chuva, para que você fique alerta, entenda os sintomas, causas e como esse clima contribui para a contaminação ou desenvolvimento de enfermidades no animalzinho de estimação:


Leptospirose canina: A leptospirose é transmitida através do contato do cachorro com água ou superfícies contaminadas pela urina de roedores infectados. A água da chuva, principalmente em poças ou locais alagados, aumenta esse risco. É importante lembrar que a leptospirose é uma zoonose, ou seja, pode ser transmitida do cachorro para os humanos.


Parvovirose canina: Essa doença possui um alto risco de contágio. Basta que o cachorro entre em contato com as fezes de animais infectados pelo parvovírus para contrair a doença. A água da chuva pode facilitar essa transmissão, porém, a vacinação adequada previne a doença.


Gripe canina: A exposição à friagem e à chuva aumenta as chances de seu cachorro desenvolver uma gripe canina, que pode evoluir para pneumonia se não for tratada corretamente. Sintomas como espirros, coriza, tosse, apatia, febre e falta de apetite podem ser observados. A vacinação contra a gripe canina ajuda a prevenir complicações mais graves.


Fungos em cachorro: A umidade favorece o desenvolvimento de fungos, que podem causar micoses na pele e infecções no organismo do animal. Secar corretamente o pet após tomar chuva, manter o local onde ele dorme limpo e seco, e observar sinais como feridas, queda de pelos, vermelhidão e coceira são medidas preventivas importantes.


Além desses problemas de saúde, existem medidas que você pode tomar para prevenir essas doenças durante tal condição climática. Invista em acessórios como capa de chuva e sapatos para proteger o pet, limpe as patas dele após o passeio e evite deixá-lo molhado por muito tempo, especialmente se tiver pelos longos. Utilize toalhas e secador para secá-lo adequadamente.


Lembre-se de que manter a saúde e bem-estar do seu pet envolve cuidados detalhados, como oferecer uma alimentação adequada, manter a vacinação em dia e controlar parasitas. Ao diminuir a exposição do animal a situações que possam gerar enfermidades, você estará contribuindo para o bem-estar dele durante todo o ano.

Comments


Notícias recentes
Arquivo
bottom of page