top of page

NOTÍCIAS

  • Por Eduardo Freire - Médico Veterinário e jornalista

O segredo revelado: Por que os cachorros têm uma paixão por ossos?


filhote com ossinho
O segredo revelado: Por que os cachorros têm uma paixão por ossos?

Ao observarmos nossos amigos de quatro patas, cheios de brincadeiras e companheirismo, muitas vezes esquecemos que eles são descendentes dos grandes e selvagens lobos cinzentos. Será que essa é a única explicação para o amor dos cachorros por ossos? Vamos descobrir!


HERANÇA GENÉTICA

Sim, a herança genética é uma das razões para a fama dos cães como roedores de ossos. Embora sejam descendentes dos lobos, precisamos nos perguntar de onde os lobos herdaram esse comportamento. É aí que entram os estudos genéticos.


Os lobos são descendentes de animais chamados hiper-carnívoros pelos cientistas. Esses canídeos necessitavam de uma dieta com 70% ou mais de proteína animal. Como resultado, desenvolveram dentes e músculos de mastigação potentes, capazes de caçar presas maiores que eles e aproveitar todos os recursos, inclusive os ossos. E isso responde à pergunta: "Por que cachorro gosta de osso?".


INSTINTO DE CAÇA

Estimular os instintos de caça dos cães é muito saudável. Farejar comida, perseguir bolinhas, destruir pelúcias e outros objetos são manifestações ligadas à sequência comportamental de caça, que envolve etapas como farejar, visualizar, perseguir, apreender, abater, carregar, mastigar, ingerir e roer os ossos da presa. Portanto, ao lançar um objeto, como uma bolinha maciça ou um osso natural para cachorro, você estimula o comportamento de perseguição do seu amigo peludo.


BENEFÍCIOS DOS OSSOS PARA OS CÃES

Oferecer ossos para os cães roerem é muito benéfico para eles. Além dos nutrientes que ingerem, o ato de roer é prazeroso, liberando endorfinas que trazem uma sensação de calma.


Os ossos também ajudam a manter a saúde bucal dos peludos. Ao roerem, ocorre o atrito entre eles e os dentes, auxiliando na prevenção de tártaro e no fortalecimento dos músculos da mastigação, o maxilar e a mandíbula.


ESCOLHENDO OS OSSOS ADEQUADOS

É fundamental saber quais ossos oferecer aos cães para evitar problemas graves. Os ossos cozidos, fritos ou assados, principalmente os de aves, devem ser evitados, pois podem se fragmentar e perfurar o estômago e o intestino.


Os ossos naturais crus são ideais aos cães. Nas lojas especializadas em produtos para animais, você encontra opções como ossos defumados, ossos de plástico mastigáveis e outros, que proporcionam diversão segura.


EXISTEM RAÇAS MAIS PROPENSAS EM GOSTAR DE OSSOS

Embora todos os cães tenham um certo apreço por roer ossos e outros objetos, é verdade que algumas raças são mais propensas a essa atividade, especialmente aquelas com histórico de caça.


Além disso, a faixa etária também influencia a tendência dos cães em roer objetos. Os filhotes, em particular, costumam ser mais propensos a essa prática, especialmente durante a troca de dentes, que ocorre a partir do quarto mês de vida. Nesse momento, roer ossos se torna uma maneira de aliviar o desconforto nas gengivas causado pelo crescimento dos dentes de leite ou permanentes. Portanto, oferecer ossos a cachorros filhotes é essencial para ajudá-los nesse processo.


O QUE PODE SER O COMPORTAMENTO DESTRUTIVO?

Embora roer objetos seja uma parte natural da sequência comportamental de caça dos cães, é importante ressaltar que essa é apenas uma das etapas, não a mais essencial ou interessante.


Então, por que alguns cães apresentam comportamento destrutivo, roendo não apenas ossos, mas tudo o que encontram pela frente? Na maioria das vezes, isso está relacionado à falta de opções para expressar seus outros instintos. Quando os cães não têm uma rotina adequada e recursos que estimulem seus sentidos e cognição, eles tendem a canalizar sua frustração e energia nos objetos disponíveis dentro de casa.


Para proteger seus pertences e, acima de tudo, promover o bem-estar emocional do seu companheiro de quatro patas, é essencial estabelecer uma rotina diária de passeios com ele. Esse hobby não apenas proporciona exercício físico ao pet, mas também estimula seus sentidos e promove interações sociais com outros cães e pessoas.


É notável que durante os passeios, o cão tem a oportunidade de explorar novos ambientes, cheirar diferentes aromas e satisfazer sua curiosidade natural. Além disso, o exercício físico ajuda a liberar energia acumulada, reduzindo a probabilidade de comportamentos destrutivos dentro de casa. No entanto, é importante lembrar que os passeios em locais públicos devem ser realizados somente após 21 dias da última dose de vacinação. Essa precaução é essencial para evitar que ele seja infectado por algum vírus altamente prejudicial à sua saúde.


Portanto, agora que você conhece mais sobre o fascínio dos cães por ossos, lembre-se de oferecer ossos adequados para seu cão roer e proporcionar estímulos que satisfaçam seus instintos naturais. Dessa forma, você estará contribuindo para a saúde e a felicidade do seu amigo canino.

Yorumlar


Notícias recentes
Arquivo
bottom of page