top of page

NOTÍCIAS

  • Por Eduardo Freire - Médico Veterinário e jornalista

Passeios: Quando o filhote estará pronto para passear em áreas públicas?


Passeios com o filhote
Passeios: Quando o filhote estará pronto para passear em áreas públicas?

A ansiedade de levar o filhote para passear em áreas públicas pode ser grande, mas é importante lembrar que a proteção e a saúde do amiguinho vêm em primeiro lugar. Especialistas afirmam que os passeios em locais frequentados por outros cães só devem acontecer após 21 dias da terceira dose do ciclo de vacinação. Isso porque doenças graves, como a cinomose e a parvovirose, podem persistir por meses no ambiente e representar um perigo real para os filhotes.


Quando se trata da saúde do filhote, a prevenção é fundamental. O período de vacinação é essencial para garantir a imunidade necessária contra diversas doenças que podem ser transmitidas por outros cães. Entre essas doenças, a cinomose e a parvovirose são duas das mais temidas, pois são altamente contagiosas e podem ser fatais.


A cinomose é uma doença viral que afeta o sistema nervoso, respiratório e gastrointestinal dos cães. Ela é altamente contagiosa e pode ser transmitida pelo ar, contato direto com cães infectados ou até mesmo pelo ambiente. O vírus da cinomose pode sobreviver por meses em superfícies, como pisos, gramados e praças, onde cães infectados tenham passado. Portanto, é crucial evitar que o filhote entre em contato com essas áreas até que esteja adequadamente protegido pela vacinação.


Outra doença perigosa é a parvovirose, também conhecida como "parvo". Ela afeta principalmente o trato gastrointestinal dos cães e pode causar sintomas graves, como diarreia intensa, vômitos, desidratação e até mesmo levar ao óbito. Assim como a cinomose, o vírus da parvovirose é altamente resistente. Portanto, é imprescindível aguardar o tempo necessário após a vacinação antes de expor seu filhote a áreas públicas.

Criança com filhote de cachorro
Os passeios com filhotes só são liberados após 21 dias da vacinação.

O período de espera de 21 dias após a terceira dose do ciclo de vacinação é importante para que o sistema imunológico do filhote esteja adequadamente preparado para lidar com as ameaças que podem encontrar em locais frequentados por outros cães. Além disso, é importante lembrar que outros cuidados também devem ser tomados durante os passeios, como evitar o contato direto com fezes de outros animais e manter a higiene das patas do filhote.


Cada filhote tem seu próprio ritmo de desenvolvimento, e o veterinário é a pessoa mais indicada para orientar sobre o momento certo para iniciar os passeios em áreas públicas. Ele irá avaliar o histórico de vacinação do filhote e determinar se ele está pronto para explorar o mundo exterior com segurança.


Lembre-se de que os cuidados com a saúde e o bem-estar do filhote são essenciais para garantir uma vida longa e feliz ao lado dele. Respeite o tempo de vacinação para protegê-lo contra doenças perigosas. Além disso, existem outras medidas que podem ser tomadas para garantir a segurança do seu filhote durante os passeios.


EVITE ÁREAS COM MUITOS CÃES

Ao sair com seu filhote, evite locais com grande concentração de cães, como parques muito movimentados ou áreas onde cães desconhecidos costumam se reunir. Opte por lugares mais tranquilos e limpos, onde o risco de contaminação seja menor. Lembre-se de que mesmo que seu filhote já tenha recebido todas as vacinas necessárias, ele ainda está em fase de crescimento e seu sistema imunológico pode não estar totalmente desenvolvido.


COLEIRA E IDENTIFICAÇÃO

Outro ponto crucial é garantir que o filhote esteja sempre usando coleira com identificação contendo informações de contato atualizadas. Além disso, é fundamental que ele esteja identificado com um microchip, o que já é uma exigência legal no Brasil e em vários países. Essas medidas são essenciais no caso de ele se perder durante o passeio.

Filhote de Husky com o veterinário
Atente-se aos sintomas!

É fundamental estar atento aos sinais de desconforto ou sintomas de doenças no filhote, mesmo após o período da vacinação. Se notar qualquer alteração no comportamento, apetite, diarreia persistente, vômitos ou letargia, consulte imediatamente um veterinário. Quanto mais cedo um problema de saúde for diagnosticado, maiores são as chances de recuperação.


Lembre-se de que o cuidado com o filhote não se resume apenas à vacinação, mas também envolve uma série de precauções durante os passeios em áreas públicas. Atenção, paciência e responsabilidade são fundamentais para garantir a segurança e o bem-estar do seu companheiro peludo.


Portanto, antes de levar o filhote para explorar o mundo exterior, certifique-se de que ele tenha recebido todas as vacinas necessárias. Dessa forma, você estará proporcionando a ele momentos de diversão e socialização, com a devida proteção contra doenças que podem comprometer sua saúde.


Cópia somente é permitida mencionando a fonte: www.euqueroumfilhote.com.

Comments


Notícias recentes
Arquivo
bottom of page